Pesquisar no site


Contato

Secretaria Paroquial
QNM 29 Módulo K
Cep: 72215-290
Ceilândia Sul - DF
facebook oficial: https://www.facebook.com/paroquia.santoantonio.503/?ref=hl

Fone (fax): (61) 3373-3218
Celular: (61)

E-mail: psantonio.ceilandia@gmail.com

Dom Sergio é um dos bispos catequistas na JMJ 2016

29/07/2016 22:19

Arquidiocese de Brasília

O arcebispo de Brasília e presidente geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Sergio da Rocha participa da 31º Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Cracóvia. Dom Sergio foi convidado pela equipe organizadora da JMJ para atuar como bispo catequista.

Os bispos catequistas ficam responsáveis por orientar as catequeses dos vários grupos lingüísticos presentes no evento. As catequeses acontecem durante três manhãs, cada dia com um tema diferente. Este ano o tema geral é: “Felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia” (Mt 5, 7)”. Nos outros dias, consecutivamente, serão abordados os seguintes temas: Este é tempo de misericórdia; Deixar-se tocar pela misericórdia de Cristo; e Senhor faz de mim um instrumento da tua misericórdia. Jovens de Portugal, de países africanos de língua portuguesa e do próprio Brasil, estiveram presentes em grande número nessas catequeses.

Em conversa por email, dom Sergio destacou vários pontos importantes desta vivencia de Jornada. Um deles foi o grande número de jovens provenientes de pastorais, e movimentos de nossa Arquidiocese, além dos padres diocesanos e religiosos que atuam em Brasília e também estão em grande número por lá.

Dom Sergio aproveitou para falar sobre a experiência de participar da Jornada que é o maior evento jovem do mundo. “Já tive a oportunidade de participar das últimas JMJ, como bispo catequista. É sempre uma experiência bonita demais para ser resumida em poucas palavras. Destaco dois pontos que comovem e animam a todos nós a caminhar, pois peregrinar é caminhar juntos! Primeiro: o testemunho alegre da multidão de jovens de todo o mundo, unidos nas celebrações e espalhados pelas ruas da cidade sede. Segundo: a presença do Papa animando ainda mais a juventude e todos nos”, ressaltou o bispo.

Por fim, o arcebispo acrescentou: “Deus sempre nos surpreende. Há muitos gestos bonitos de fé, de amizade e de misericórdia acontecendo em toda a parte durante a Jornada. Pude testemunhar, por exemplo, o perdão e a reconciliação entre jovens que se abraçaram comovidos”, disse o bispo que completou, “Quem participa da JMJ se prepara também para fazer sacrifícios, como as dificuldades com a língua (polonês é uma língua muito diferente da nossa), com a comida e transportes. Mas os aspectos positivos é que sobressaem e permanecem na vida dos que participam, como a acolhida e o testemunho de fé dos poloneses, conhecer e fazer amizade com  jovens das  várias regiões do Brasil e do mundo, e a alegria de ver o Papa Francisco de perto. No caso de Cracóvia, conhecer a terra onde viveu e foi arcebispo o nosso saudoso Papa São João Paulo II, a quem devemos as JMJ. Esta é a Jornada da Misericórdia, acontecendo em Cracóvia, terra também de Santa Faustina, a quem muito devemos a devoção a Divina Misericórdia. Rezemos pelos frutos da JMJ na vida dos jovens e de toda a Igreja”, finalizou dom Sergio.

A Jornada Mundial da Juventude segue até o dia 31, próximo domingo. Até lá as atividades mais aguardadas pelos jovens, com a presença do Santo Padre, o Papa Francisco são: Via Sacra, que acontecerá na noite de desta sexta-feira na cidade sede (no horário de Brasília será transmitido às 12h40), a Vigília de Oração  que acontece no sábado e a Missa de Encerramento, no domingo.

São esperadas 2 milhôes de pessoas nesta que é a 31º Jornada Mundial da Juventude, e desta vez está sendo realizada na terra natal de São João Paulo II, idealizador do evento.

Acompanhe as principais notícias pelo site da Rádio Vaticano: http://br.radiovaticana.va/

Diácono Valney