Pesquisar no site


Contato

Secretaria Paroquial
QNM 29 Módulo K
Cep: 72215-290
Ceilândia Sul - DF
facebook oficial: https://www.facebook.com/paroquia.santoantonio.503/?ref=hl

Fone (fax): (61) 3373-3218
Celular: (61)

E-mail: psantonio.ceilandia@gmail.com

Perseguição aos cristãos aumentou em 2015

19/01/2016 16:57

 

  Rádio Vaticano - A organização 

“Portas             Abertas”     divulgou

 na última quarta-feira,         13,

 a World       Watch List 2016,

 a nova             lista dos     primeiros 

50 países onde os             cristãos são 

    mais perseguidos no                   mundo. 

Um dos     primeiros dados que             emerge do novo     relatório é que a perseguição 

aos cristãos no mundo teve um aumento de 2,6 pontos.  Em 2015, foram mortos

7.100 cristãos devido à sua fé (4.344 em 2014) e atacadas mais de 

2.400 igrejas (1.062 em 2014).

Extremismo islâmico

O extremismo islâmico constitui ainda a principal origem das perseguições, 

fato constatado em 35 dos 50 países da lista.

Como origem de perseguições, estão em forte aumento, o nacionalismo religioso

 – como observado na Índia, que passou a ocupar a 17ª colocação na lista – 

e a “paranoia ditatorial”, observada na Eritreia (3º lugar) e na Coreia do Norte,

 encabeçando a lista pelo 14º ano.

Países africanos

Os países africanos continuam a “ganhar colocações” na lista: 16 países da 

World Watch List são africanos, dos quais sete figuram entre os dez primeiros. 

Em termos numéricos e de intensidade, a perseguição contra os cristãos

nesta região chega a ofuscar até mesmo os fatos ocorridos no Oriente Médio.

Limpeza étnica

O mundo também assiste ao êxodo de cristãos, nunca visto antes.  Mesmo 

que seja de domínio público o que acontece neste sentido no Oriente Médio, 

muito menos conhecida, é a sorte de milhares de cristãos nigerianos, obrigados

 a fugir de 12 Estados do norte da Nigéria ou da zona central do país por 

causa das violências perpetradas pelo grupo Hausa-Fulani. Nesta região, 

a exemplo do que ocorre na Síria, Iraque, Sudão, Somália e nordeste do Quênia,

 a perseguição assume forma de “limpeza étnica”.

Os novos países a fazer parte da  World Watch List são o Bahrein 

e Níger. Veja a lista completa:

1. Coreia do Norte
2. Iraque
3. Eritreia
4. Afeganistão
5. Síria
6. Paquistão
7. Somália
8. Sudão
9. Irã
10. Líbia
11. Iêmen
12. Nigéria
13. Maldivas
14. Arábia Saudita
15. Uzbequistão
16. Quênia
17. Índia
18. Etiópia
19. Turcomenistão
20. Vietnã
21. Catar
22. Egito
23. Mianmar
24. Territórios Palestinos
25. Brunei
26. República Centro-Africana
27. Jordânia
28. Djibuti
29. Laos
30. Malásia
31. Tajiquistão
32. Tunísia
33. China
34. Azerbaijão
35. Bangladesh
36. Tanzânia
37. Argélia
38. Butão
39. Comores
40. México
41. Kuwait
42. Cazaquistão
43. Indonésia
44. Mali
44. Sri Lanka
45. Turquia
46. Colômbia
47. Emirados Árabes Unidos
48. Bahrein
48. Mauritânia
49. Níger
50. Omã

Diácono Valney